Historia

O Município de Campo Formoso teve sua emancipação política em 28 de Julho de 1880, através da lei provincial de nº 2051, sendo desmembrado do município de Senhor do Bonfim.

O local onde está situada a cidade de Campo Formoso foi, nos seus primórdios, um aldeamento indígena.
Os missionários da Companhia de Jesus incumbidos da catequese dos silvículas da região, prestando aos primeiros habitantes assistência espiritual e orientando-os também na vida secular, contribuíram decisivamente para a prosperidade da povoação que aí se formou.

Esta aldeia indígena prosperou rapidamente sendo elevada a freguesia em 1682, por decreto do 1º Arcebispo da Bahia D. Gaspar Barata de Mendonça, recebendo então o nome de Freguesia Velha de Santo Antônio de Jacobina.

Por estas paragens dadivosas palmilharam célebres aventureiros seguindo a trilha de Bento Surrel, quem descobrira em 1671 o salitre, longamente procurado, por enviados da Coroa Portuguesa; aventureiros como Belchior Diaz D'Ávila segundo Senhor da Casa da Torre; outros Dias D'Ávila se aventuraram por estas terras, tendo fundado a Fazendo do Escurial isso há mais de trezentos anos.  

Campo Formoso também é conhecido como "cidade das esmeraldas ", por existir no povoado de Tuíutiba um garimpo com esmeraldas distinguidas como de melhor qualidade, em comparação com outros garimpos de esmeraldas do Brasil. A cidade também recebe esse título pela comercialização dessas pedras no centro da cidade - "feira do rato" - onde se comercializam as pedras do município e das cidades vizinhas. A "feira do rato" surgiu com a descoberta das minas em Carnaíba, a 42 Km de Campo Formoso. Os garimpeiros costumavam se encontrar nesse local porque era de fácil acesso para os compradores e por lá existir bares e restaurantes.
A cidade Campo Formoso é conhecida por suas grutas.
É nesse município que se localiza a maior gruta do Hemisfério Sul, a " Toca Boa Vista".

Fonte: Prefeitura de Campo Formoso.