Para melhor leitura da velocidade de transmissão do novo coronavírus, a Secretaria de Saúde de Campo Formoso, por meio do Centro de Vigilância em Saúde, divulga o boletim epidemiológico da Covid-19 (semana 33) neste domingo (16).

O documento mostra além dos casos confirmados, recuperados e óbitos, tabela com distribuição dos casos de Covid-19 confirmados por bairro e comunidades, além de gráficos com gênero, faixas etárias e sintomatologias dos acometidos pela doença.

Documento em anexo.       

A Prefeitura de Campo Formoso, através das Secretarias de Saúde e Desenvolvimento Social, em uma nova estratégia, capacitou mais de 70 Agentes de Desenvolvimento Social. Com o objetivo de conscientizar os profissionais sobre a nova realidade municipal devido ao novo coronavírus e sobre a importante função do Agente Social nesse momento, exercendo o papel de propiciar segurança e bem-estar aos indivíduos e/ou famílias em situação de risco/vulnerabilidade social. Os agentes treinados serão distribuídos em todas as comunidades do município e estarão em contato direto com as Equipes das Unidades Básicas de Saúde e com o CRAS.

Através da mobilização comunitária, realizada por meio de visitas domiciliares para informação, sensibilização e orientação, sobre a importância das medidas de prevenção ao contágio, bem como, para o acompanhamento das famílias no enfrentamento à Pandemia. Os Agentes, acompanharão desde a prevenção da Covid-19, como em outras questões, como serviços de infraestrutura, e também na orientação para famílias no procedimento de marcação de exames.

Prefeitura de Campo Formoso – Cidade em Transformação

Para melhor leitura da velocidade de transmissão do novo coronavírus, a Secretaria de Saúde de Campo Formoso, por meio do Centro de Vigilância em Saúde, divulga o boletim epidemiológico da Covid-19 (semana 31) nesta segunda (03).

O documento mostra além dos casos confirmados, recuperados e óbitos, tabela com distribuição dos casos de covid-19 confirmados por bairro e comunidades, além de gráficos com gênero, faixas etárias e sintomatologias dos acometidos pela doença.

Documento em anexo.

Visando qualificar os profissionais que estão trabalhando no combate da Covid-19, para evitar o contágio e transmissão do vírus, a Prefeitura de Campo Formoso, através da Secretaria de Saúde, juntamente com a Equipe do SAMU, realizou na última sexta-feira (27), a capacitação dos coveiros sobre paramentação e desparamentação e o uso correto dos EPI’s.

A capacitação foi ministrada pelo coordenador da base do SAMU, Tiago Araújo, que falou sobre a importância do treinamento, “essa capacitação é muito importante para evitar o risco de contaminação, porque a desparamentação é a forma mais corriqueira de contaminação, então para continuarmos a prestar um serviço de qualidade, mesmo num momento de dor para as famílias, os profissionais dos cemitérios precisam saber a forma correta de usar os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)”, disse.

O treinamento faz parte das ações e dos protocolos desenvolvidos para o enfrentamento contra o novo coronavírus. Os EPIs indicados para os profissionais que manejam os corpos das vítimas nessa etapa, são: gorro; óculos de proteção ou protetor facial; macacão; máscara cirúrgica, N95, PFF2 ou equivalente; luvas nitrílicas e botas impermeáveis.

Confira o checklist para paramentação e desparamentação de EPIs:

Paramentação

  • Higienização das mãos
  • Máscara
  • Touca
  • Óculos de proteção
  • Luva interna
  • Capota impermeável
  • Viseira
  • Luva externa

Desparamentação

  • Luva externa
  • Fricção com álcool a 70%
  • Viseira
  • Fricção com álcool a 70%
  • Capota impermeável
  • Fricção com álcool a 70%
  • Luva interna
  • Fricção com álcool a 70%
  • Higienização das mãos
  • Retirada da touca
  • Higienização das mãos
  • Máscara
  • Higienização das mãos

Prefeitura de Campo Formoso – Cidade em transformação

Para melhor leitura da velocidade de transmissão do novo coronavírus, a Secretaria de Saúde de Campo Formoso, por meio do Centro de Vigilância em Saúde, divulga o boletim epidemiológico da covid-19 (semana 30) neste domingo (26).

O documento mostra além dos casos confirmados, recuperados e óbitos, tabela com distribuição dos casos de covid-19 confirmados por bairro e comunidades, além de gráficos com gênero, faixas etárias e sintomatologias dos acometidos pela doença.

Documento em anexo.

A Secretaria de Agricultura e a Guarda Municipal realizaram demarcações na feira livre da sede, para orientar, ainda mais, os feirantes e clientes quanto ao distanciamento permitido no período de pandemia do novo coronavírus.

Vale ressaltar que, a feira livre na sede, ocorre todas as quartas e sextas-feiras e no interior, às sextas-feiras. O fracionamento da feira, faz parte de um conjunto de medidas para conter o avanço do novo coronavírus. Muitos feirantes também realizam o serviço de delivery, através da feira on-line.

Prefeitura de Campo Formoso – Cidade em transformação

Com o objetivo de orientar as pessoas a respeito dos cuidados que devem ser tomados no combate a Covid-19, equipes da Vigilância Sanitária, juntamente com a Atenção Básica do munícipio, estiveram em Lage dos Negros, na última quarta-feira (22), promovendo ações de conscientização sobre o novo coronavírus, em visitas aos estabelecimentos comerciais da localidade e locais com agrupamento de pessoas.

Durante as visitas, os profissionais reforçaram a moradores, comerciantes e funcionários, a importância de respeitar o decreto municipal, como também, evitar aglomerações, não realizar eventos particulares e não sair de casa sem máscara. Além disso, ter a consciência que, se testou positivo, deve ficar em casa, pois, de acordo com Artigo 268 do Decreto Lei nº 2.848, é crime infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

O Projeto “Compreender para Atender”, Idealizado pelo Departamento de Proteção Básica, vem sendo desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Social desde 2017, com o intuito de promover o aperfeiçoamento profissional nas unidades de serviços, programas e projetos.  Através de palestras, oficinas, encontros de orientação técnica e a Jornada Social, busca-se, desta forma, uma oferta qualificada de serviços à população.

Devido a Pandemia, foi necessária uma readequação nesse suporte e orientação às equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social, por esta razão, a gestão aderiu ao acompanhamento remoto com a realização periódica de encontros virtuais.  Os encontros virtuais, permitem a realização de planejamento, avaliação e capacitação do corpo técnico, utilizando-se de ferramentas como plataformas de videoconferências e aplicativos de mensagens. Além da disponibilização de links para incentivar a participação em cursos e palestras gratuitas disponíveis na web, cujos temas, estão relacionados à prática profissional no SUAS.

O momento crítico do país e a nova realidade, exigem uma reflexão profunda sobre o impacto emocional da Pandemia e, isso pode auxiliar no entendimento de determinados comportamentos, colaborando para o planejamento das intervenções diante de posturas e atitudes, bem como na fundamentação das orientações necessárias.

Prefeitura de Campo Formoso – Cidade em Transformação

Para melhor leitura da velocidade de transmissão do novo coronavírus, a Secretaria de Saúde de Campo Formoso, por meio do Centro de Vigilância em Saúde, divulga o boletim epidemiológico da covid-19 (semana 29) neste domingo (19).

O documento mostra além dos casos confirmados, recuperados e óbitos, tabela com distribuição dos casos de covid-19 confirmados por bairro e comunidades, além de gráficos com gênero, faixas etárias e sintomatologias dos acometidos pela doença.

Documento em anexo.

Atualmente no mercado, existe uma série de testes disponíveis para diagnóstico da COVID-19. Por causa disso, várias dúvidas podem surgir a respeito de qual teste seria mais adequado, qual a precisão de cada um e quais os significados dos termos técnicos utilizados. Basicamente, existem dois tipos principais de testes, o molecular (RT-PCR) e o teste sorológico (que engloba o popular teste rápido).

Teste Molecular (RT-PCR)

RT-PCR (do inglês reverse-transcriptase polymerase chain reaction), é considerado o padrão-ouro no diagnóstico da COVID-19, cuja confirmação é obtida através da detecção do RNA do SARS-CoV-2 na amostra analisada, preferencialmente obtida de raspado de nasofaringe.

Passo a passo da RT-PCR:

  • Transforma RNA do vírus em DNA
  • DNA é amplificado
  • Se houver material genético do SARS-CoV-2 na amostra, sondas específicas detectam a sua presença e emitem um sinal, que é captado pelo equipamento em traduzido em resultado positivo.
  • Em caso de resultado positivo, a suspeita de COVID-19 é confirmada

Sorologia

A sorologia, diferentemente da RT-PCR, verifica a resposta imunológica do corpo em relação ao vírus. Isso é feito a partir da detecção de anticorpos IgA, IgM e IgG em pessoas que foram expostas ao SARS-CoV-2. Nesse caso, o exame é realizado a partir da amostra de sangue do paciente. Para que o teste tenha maior sensibilidade, é recomendado que seja realizado, pelo menos, 10 dias após o início dos sintomas. Isso se deve ao fato de que produção de anticorpos no organismo só ocorre depois de um período mínimo após a exposição ao vírus.

É importante ressaltar, ainda, que nem todas as pessoas que têm infecção por SARS-COV-2 desenvolvem anticorpos detectáveis pelas metodologias disponíveis, principalmente aquelas que apresentam quadros com sintomas leves ou não apresentam nenhum sintoma. Desse modo, podem haver resultados negativos na sorologia mesmo em pessoas que tiveram COVID-19 confirmada por PCR.

Testes rápidos

Estão disponíveis no mercado dois tipos de testes rápidos: de antígeno (que detectam proteínas do na fase de atividade da infecção) e os de anticorpos (que identificam uma resposta imunológica do corpo em relação ao vírus). A vantagem desses testes seria a obtenção de resultados rápidos para a decisão da conduta.

No entanto, a maioria dos testes rápidos existentes possuem sensibilidade e especificidade muito reduzidas em comparação as outras metodologias. O Ministério da Saúde aponta que os testes rápidos apresentam uma taxa de erro de 75% para resultados negativos, o que pode gerar insegurança e incerteza para interpretar um resultado negativo e determinar se o paciente em questão precisa ou não manter o isolamento social.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

Pagina 2 de 11