O currículo escolar é o que determina o que os alunos irão aprender ao longo dos anos escolares, tanto da Educação Infantil quanto no Ensino Fundamental, em todas as disciplinas. É um importante instrumento para os professores e, por isso, precisa refletir suas práticas pedagógicas, bem como as especificidades e necessidades de cada escola, seus alunos e da comunidade local.

O movimento de (re) elaboração curricular acontece em todo o país, impulsionado pela Base nacional Comum Curricular (BNCC). Aprovada em dezembro de 2017, a BNCC é um referencial obrigatório que determina os direitos de aprendizagem dos estudantes de todo Brasil disciplina por disciplina.

Todas as redes, particulares e públicas, estão revendo os currículos locais à luz da BNCC e em regime de colaboração com os municípios, que podem ou não aderir ao currículo estadual. A participação de todos em sua construção, no entanto, é fundamental para garantir a diversidade local e dar unidade - e as mesmas oportunidades de aprender o que é essencial - para todos os alunos do território.

Em nosso estado, a construção do currículo também acontece em regime de colaboração e de forma participativa. A primeira versão do texto está em consulta pública e Campo Formoso irá participar e colaborar com a construção do currículo territorial, contribuindo nas consultas online, sugerindo organizando encontros formativos para mobilização e estudos da BNCC e informação sobre a rota/cronograma do Currículo com a participação das escolas, professores, secretaria e famílias.

MOBILIZAÇÃO

QUANDO: 29/09/18  2º DIA DE APROPRIAÇÃO DA BNCC NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO (sábado letivo/ multiplicação da Formação nas escolas)

COMO? Encontro Formativo

QUEM PODE PARTICIPAR? Professores, equipes gestoras, alunos, pais etc.

ONDE? Unidades de Ensino

 

SOBRE A BNCC

Prevista no Plano Nacional de Educação e construída a partir de consultas públicas realizadas entre 2015 e 2017, a BNCC será referencial obrigatório para os currículos das redes públicas e particulares a partir de 2020. Ela determina quais são as aprendizagens essenciais que todos os estudantes brasileiros têm o direito de desenvolver na Educação Básica. Ao longo de 2018, as redes estaduais e municipais, em regime de colaboração, estão revendo seus currículos de acordo com a BNCC. Da mesma forma, materiais didáticos e a formação de professores devem ser alinhados ao que o documento determina.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) dá diretrizes para orientar a elaboração dos currículos das redes municipais, estaduais e federal de ensino, tanto nas escolas públicas quanto particulares. Em se tratando de um documento tão recente no contexto da Educação, a nível nacional, é necessário que as Redes de Ensino públicas e privadas da Educação Básica, passem por formações diversificadas, para um maior entendimento do documento.

Dessa forma, no próximo dia 23 de julho, as escolas municipais e particulares de Campo Formoso, passarão por mais um momento de estudos, discussões e imersão na Base, por meio do “Dia de Apropriação da BNCC no Estado da Bahia”.

Neste dia não haverá aula nas escolas municipais, pois os professores estarão em formação nos três turnos.

 

Prefeitura de Campo Formoso – Cidade em Transformação

Com o objetivo de definir os conhecimentos e habilidades essenciais que todos os alunos brasileiros têm o direito de aprender, ano a ano, na educação básica, a Prefeitura de Campo Formoso, por meio da Secretaria de Educação, iniciará na próxima semana, reuniões com coordenadores pedagógicos do município para entendimento e discussão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Com esta base, os sistemas educacionais, as escolas e os professores terão um importante norte para suas aulas. Neste primeiro momento, ocorrerão o estudo do BNCC entre todos os gestores da rede de maneira formativa, para compreensão e entendimento de sua proposta e de como ele se estrutura para melhor apropriação do documento.

Os encontros acontecerão nesta segunda-feira (07) com os coordenadores do Polo da Sede, quarta-feira (09) com os Polos de Poços, Tiquara e Tuiutiba e na sexta-feira (11), com os coordenadores dos polos de Lage dos Negros, Salitre e Brejão da Caatinga, na sala de reuniões do Dep. Pedagógico da Secretaria (térreo do antigo LBA), às 08 horas.

Prefeitura de Campo Formoso – Cidade em Transformação