Com a volta às aulas, a Prefeitura de Campo Formoso tem investido diariamente na melhoria da alimentação escolar dos mais de 12 mil estudantes do município. Com o auxílio de uma nutricionista, as refeições servidas são saudáveis, equilibradas, saborosas e contém todos os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento de crianças e jovens. Atualmente mais de 200 pessoas entre merendeiras e ASEs trabalham para que os alunos tenham a melhor nutrição.

Frutas, biscoito, pão, vitamina, achocolatado, bolo, arroz doce, mingau, macarrão, arroz, feijão, salada, frango, carne, entre outros, estão na lista de itens que vão para a mesa dos alunos diariamente.

Controle de qualidade

Antes da preparação da merenda, há um controle rigoroso de qualidade que vai desde a descrição dos produtos para serem licitados (que possa atender todos os parâmetros nutricionais quanto a sua caloria, proteína e tipo de gordura), até o momento da aquisição dos gêneros alimentícios no setor de distribuição.

Produtos orgânicos

Pela primeira vez, os alimentos produzidos no campo estão sendo levados diretamente para as cooperativas locais - semanalmente ou quinzenalmente -, que distribuem para as escolas através do Programa Nacional da Alimentação Escolar (PNAE, com o apoio da Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Turismo.

Os produtos orgânicos são todos aqueles alimentos, animais ou vegetais, que são obtidos sem a utilização de produtos químicos ou hormônios que acelerem seu crescimento. São resultado de uma produção agrícola que respeita o meio ambiente e visa à qualidade do alimento. Os produtos orgânicos são mais saudáveis porque não contêm agrotóxicos que podem causar danos à saúde do consumidor. 

Prefeitura de Campo Formoso -  Cidade em Transformação

 

A Prefeitura de Campo tem investido em constantes melhorias e adequações no cardápio da merenda escolar para que as refeições servidas sejam saudáveis, equilibradas, saborosas e contenham todos os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento de mais de 16 mil crianças e jovens estudantes do município. Atualmente mais de 200 pessoas - que tiveram capacitação sobre boas práticas, manipulação dos alimentos, aproveitamento dos alimentos e organização do armazenamento dos gêneros - trabalham para que os alunos tenham a melhor nutrição.

“A escolha do cardápio é feita pelas modalidades: creche, fundamental, quilombola e integrais, priorizando sempre hábitos alimentares regionais e também por estação (cardápio na época do frio, calor, por exemplo). Esses alimentos são calculados rigorosamente para atender as exigências do FNDE em relação ao fornecimento de necessidades nutricionais. A distribuição é feita da seguinte forma: gêneros secos são entregues mensalmente e as frutas semanalmente”, explica a nutricionista do município, Talita Galvão.

Antes da preparação da merenda, há um controle rigoroso de qualidade que vai desde a descrição dos produtos para serem licitados (que possa atender todos os parâmetros nutricionais quanto a sua caloria, proteína e tipo de gordura), até o momento da aquisição dos gêneros alimentícios no setor de distribuição. “A nossa fiscalização é séria. No início do ano, a empresa vencedora da licitação de alimentos entregou 50 % de seus itens com marcas diferentes das aprovadas na amostra, sendo devolvida imediatamente a carga com um prazo para correção. Alegando não ter condições de entregar os itens que foram acordados na licitação, a empresa foi notificada e impedida de participar de outros pregões por 1 ano. O caso atrasou a entrega da merenda no início do ano já que uma nova licitação foi aberta para a compra de alimentos”, relembra a nutricionista.

Reconhecimento

Neste ano, a equipe de nutrição da Prefeitura de Campo Formoso participou da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional nas escolas de educação infantil atendidas pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Nela, o município recebeu o primeiro selo que evidencia práticas educativas voltadas para a alimentação.

 “Estou vivenciando uma das melhores experiências de educação nutricional através da Jornada de EAN na escola Casulo Dr Heraldo Rocha. Até o momento pude perceber o quanto é satisfatório realizar esse trabalho juntamente com as equipes gestoras das unidades escolares para incentivar uma alimentação saudável aos alunos. O engajamento das partes faz com que as atividades sejam realizadas de forma a estabelecer uma ligação muito maior entre os envolvidos, refletindo a importância de que ações como essas podem modificar hábitos saudáveis das nossas crianças”, disse Talita ao site da Rede Brasileira de Alimentação Escolar (REBRAE) na ocasião.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação