A Secretaria de Saúde de Campo Formoso convoca os beneficiários do programa Bolsa Família que ainda não realizaram o acompanhamento neste ano, para comparecer às Unidades de Saúde ou Secretaria de Saúde até o dia 23 de maio, para avaliação do peso e altura. As famílias que residem na zona rural deverão se dirigir a unidade de referência.

Documentos necessários:

- Cartão sus

- Caderneta de vacinação (crianças)

- Cartão da gestante (gestantes com até 45 anos) 

Os outros requisitos são manter atualizado o calendário de vacinação das crianças de 0 a 7 anos; matricular crianças e adolescentes de 6 a 17 anos na escola; frequência escolar. 

Quem não atualizar as informações até o dia 23 de maio poderá ter os auxílios do programa bloqueados ou cancelados.

Prefeitura de Campo Formoso – Cidade em Transformação

A Secretaria de Saúde realizou durante todo esse mês de julho ações em alusão ao Dia Nacional de Combate as Hepatites Virais, celebrado em 28 de julho. As atividades foram desenvolvidas também nas unidades de saúde fortalecendo, principalmente, a saúde do trabalhador.

As hepatites virais são infecções sistêmicas causadas por vírus hepatotrópicos, sendo conhecidos como vírus A (HAV), B (HBV), C (HCV), D (HDV) e E (HEV). As hepatites virais A e E são de transmissão fecal-oral, enquanto as hepatites B, C e D são transmitidas pelo sangue (via parenteral, percutânea, vertical), esperma e secreção vaginal (via sexual). Os vírus B, C e D podem evoluir para doença crônica, que pode apresentar como desfecho a fibrose hepática, cirrose, além de carcinoma hepatocelular. O vírus é considerado um grave problema de saúde pública, sendo a primeira causa de transplantes de fígado no Brasil e, nas fases avançadas, podem levar à morte.

No Brasil, 800 mil pessoas já foram infectadas pelo vírus da hepatite B e 1,5 milhão pelo vírus C. A média de casos notificados no Brasil no período 2007 a 2016 é de 6,9 por 100.000 hab. de hepatite B e de 6,6 por 100.000 habitantes casos suspeitos de hepatite C (SVS/MS/ 2010). A hepatite C tem predominância no sexo masculino, com 58% dos casos. Já na hepatite B não há diferença significativa da razão entre os sexos. No que se refere a faixas etárias, a mais acometida com hepatite B foi entre 20 a 49 anos correspondendo a 73% (3.904 casos) dos casos confirmados, e a hepatite C acometeu mais a faixa etária de 35 a 64 anos com 73% (4.150).

Prevenção

Para prevenção, é recomendado uso regular de preservativos, além de evitar o compartilhamento de agulhas, seringas, material de manicure e pedicure, laminas de barbear e depilar e procedimentos cirúrgicos, tatuagens, piercings que não atendam as normas de biossegurança.

Diagnóstico

O diagnóstico é realizado por meio de teste rápido e outros exames específicos de laboratório, testes sorológicos e/ou de biologia molecular. Os quadros clínicos das hepatites virais são muitos diversificados e, de modo geral, as manifestações clínicas aparecem em fases avançadas de acometimento hepático. O teste rápido é gratuito e está disponível nas unidades da rede básica de saúde.

Tratamento

O tratamento para as hepatites difere frente à forma clínica apresentada, aguda ou crônica. O tratamento para as formas crônicas da hepatite B e C são específicos e requer pré-requisitos que precisam ser considerados.