Nos últimos dias o Ministério da Saúde, registrou casos de contaminação por febre amarela no país, algumas pessoas entraram em pânico e procuraram as unidades de saúde para se vacinar. A prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde tranquiliza a população, informando que Campo Formoso ESTÁ FORA da zona de risco de infecção.

A vacina está disponível nas unidades de saúde para os nunca foram vacinados, “quem já foi vacinado, não precisa se vacinar novamente”, existem algumas restrições, para pacientes que tem alergia a proteína do ovo só poderá fazer uso da vacina se tiver relatório médico autorizado, gestantes só com indicação e pessoas que farão viagens para áreas de risco ou que farão viagens internacionais também precisam de relatório médico para tomar a vacina.

Mesmo Campo Formoso não sendo um município com risco da doença, todas as cidades estão em alerta e se surgir a necessidade de campanha de vacinação, a população será informada.

 

Campo Formoso – Cidade em Transformação

 

Atendendo uma normativa do Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde de Campo Formoso, está disponibilizando a segunda dose da vacina varicela (atenuada) para crianças entre 1 ano e 3 meses a menores de 6 anos. “ (Sendo necessário tomar a segunda dose impreterivelmente até 6 anos 11 meses e 29 dias)."

 A vacinação nesta faixa etária visa corrigir possíveis falhas vacinais da primeira dose, além de aumentar a proteção deste grupo alvo contra varicela, prevenindo ainda a ocorrência de surtos de varicela, especialmente em creches e escolas. Procure a unidade de saúde mais próxima de sua casa com o cartão de vacina e previna seus filhos.


Campo Formoso – Cidade em Transformação

O dia D de Vacinação Antirrábica de cães e gatos aconteceu no sábado (23) na Baixada da 12, Esplanada, Praça Herculano Menezes, Campo de Avião, Mutirão, Rua da Palha, Sucesso e Vila Encantada. Ao todo foram realizadas 761 vacinas, entre cães e gatos. A campanha de vacinação segue até o dia 16 de outubro em toda região do município. Saiba em quais localidades.

Devem receber a dose da vacina os cães e gatos com mais de três meses de vida. Já os animais que estiverem doentes ou no período de gestação e lactação não devem ser imunizados neste período. Caso não seja possível aplicar a dose agora, basta o proprietário procurar O Centro de Vigilância em Saúde para aplicação quando estiver saudável ou após o desmame dos filhotes.

A doença

A raiva é uma doença infecciosa aguda causada por um vírus e compromete o sistema nervoso central. Ela provoca comportamento agressivo (por isso o nome da doença), dilatação das pupilas, hipersalivação, dificuldade para engolir, irritação, alteração na forma de andar natural, contrações musculares faciais e paralisia dos membros. A enfermidade não tem cura e pode levar a vítima – animal ou humano – ao óbito em menos de sete dias.

Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode permanecer encubado por até 2 meses antes que os seus sintomas (também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

A Secretaria de Saúde de Campo Formoso informa que neste domingo (24), é o último dia da Campanha Nacional de Multivacinação 2017, que visa a atualização da caderneta de vacinação da criança e do adolescente.

Na ocasião serão ofertadas todas as vacinas do Calendário Básico da vacinação da criança e do adolescente visando diminuir o risco de transmissão de doenças, bem como reduzir as taxas de abandono de esquema vacinal. Público-alvo: crianças menores de 5 anos de idade (0 a 4 anos 11 meses e 29 dias) e o grupo de 09 a 14 anos (até 14 anos 11 meses e 29 dias). Fique atento aos dias e locais de vacinação! Procure a unidade de saúde mais próxima, informe-se com os agentes de saúde da sua comunidade!

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

O dia D de Vacinação Antirrábica de cães e gatos acontecerá neste sábado (23) em Campo Formoso, das 8h ás 15h. Baixada da 12, Esplanada (praça), Praça Herculano Menezes, Campo de Avião (Escola), Mutirão (USF), Rua da Palha, Sucesso (USF e Cais) e Vila Encantada (USF) serão os pontos estratégicos. Cães devem ser levados aos locais com coleira e gatos em caixas de transporte para evitar fugas ou acidentes.

Devem receber a dose da vacina os cães e gatos com mais de três meses de vida. Já os animais que estiverem doentes ou no período de gestação e lactação não devem ser imunizados neste período. Caso não seja possível aplicar a dose agora, basta o proprietário procurar O Centro de Vigilância em Saúde para aplicação quando estiver saudável ou após o desmame dos filhotes.

A doença

A raiva é uma doença infecciosa aguda causada por um vírus e compromete o sistema nervoso central. Ela provoca comportamento agressivo (por isso o nome da doença), dilatação das pupilas, hipersalivação, dificuldade para engolir, irritação, alteração na forma de andar natural, contrações musculares faciais e paralisia dos membros. A enfermidade não tem cura e pode levar a vítima – animal ou humano – ao óbito em menos de sete dias.

O que fazer para evitar?

– Manter o animal domiciliado e levá-lo para passear somente com coleira e guia, evitando contato com outros animais desconhecidos.

– Não mexer em cães e gatos desconhecidos para evitar um possível ataque (essa é difícil para Felícias de plantão como eu).

– Ao ser mordido ou arranhado por um cão ou gato, lave bem o local com água e sabão e procure orientação médica na unidade de saúde mais próxima

– Em especial para os felinos, deve-se cuidar para que não saiam à noite para locais abertos; o que evita o contato com morcegos.

– A doença tem poucos casos no Brasil, mas zonas rurais, por exemplo, podem abrigar morcegos e outros animais infectados que, por consequência, podem transmitir raiva ao seu pet. Por isso, evite que o peludo tenha contato com esses animais transmissores.

Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode permanecer encubado por até 2 meses antes que os seus sintomas (também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

A Secretaria de Saúde de Campo Formoso inicia nesta sexta-feira (01), a Campanha Nacional de Multivacinação 2017, que visa a atualização da caderneta de vacinação da criança e do adolescente. Este ano, a campanha acontecerá até o dia 24 de setembro, sendo dia 16 o dia de divulgação e mobilização nacional. Na ocasião serão ofertadas todas as vacinas do Calendário Básico da vacinação da criança e do adolescente visando diminuir o risco de transmissão de doenças, bem como reduzir as taxas de abandono de esquema vacinal. População-alvo: crianças menores de 5 anos de idade (0 a 4 anos 11 meses e 29 dias) e o grupo de 09 a 14 anos (até 14 anos 11 meses e 29 dias). Fique atento aos dias e locais de vacinação! Procure a unidade de saúde mais próxima, informe-se com os agentes de saúde da sua comunidade!

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

A Campanha de Vacinação Antirrábica de cães e gatos começa nesta sexta-feira (01) em Campo Formoso e segue até o dia 16 de outubro. A cada dia, a vacinação vai ocorrer numa Área Programática do município. (Veja o quadro de localidades ao fim da matéria).Cães devem ser levados aos locais com coleira e gatos em caixas de transporte para evitar fugas ou acidentes.

Devem receber a dose da vacina os cães e gatos com mais de três meses de vida. Já os animais que estiverem doentes ou no período de gestação e lactação não devem ser imunizados neste período. Caso não seja possível aplicar a dose agora, basta o proprietário procurar O Centro de Vigilância em Saúde para aplicação quando estiver saudável ou após o desmame dos filhotes.

A doença

A raiva é uma doença infecciosa aguda causada por um vírus e compromete o sistema nervoso central. Ela provoca comportamento agressivo (por isso o nome da doença), dilatação das pupilas, hipersalivação, dificuldade para engolir, irritação, alteração na forma de andar natural, contrações musculares faciais e paralisia dos membros. A enfermidade não tem cura e pode levar a vítima – animal ou humano – ao óbito em menos de sete dias.

O que fazer para evitar?

– Manter o animal domiciliado e levá-lo para passear somente com coleira e guia, evitando contato com outros animais desconhecidos.

– Não mexer em cães e gatos desconhecidos para evitar um possível ataque (essa é difícil para Felícias de plantão como eu).

– Ao ser mordido ou arranhado por um cão ou gato, lave bem o local com água e sabão e procure orientação médica na unidade de saúde mais próxima

– Em especial para os felinos, deve-se cuidar para que não saiam à noite para locais abertos; o que evita o contato com morcegos.

– A doença tem poucos casos no Brasil, mas zonas rurais, por exemplo, podem abrigar morcegos e outros animais infectados que, por consequência, podem transmitir raiva ao seu pet. Por isso, evite que o peludo tenha contato com esses animais transmissores.

Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode permanecer encubado por até 2 meses antes que os seus sintomas (também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

Homens e mulheres com até 26 anos poderão receber a vacina contra o vírus HPV, em Campo Formoso. A vacina pode ser encontrada em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS) do município, das 7h às 17h, na sede e no interior. É necessário apresentar RG, cartão do SUS e carteira de vacina.

A determinação é do Ministério da Saúde e é válida para todos os municípios do país que possuem estoque da vacina com prazo de validade até setembro deste ano. Após isso, o público-alvo a receber as doses passa a ser apenas adolescentes de 9 a 15 anos.

Para a faixa etária de 15 a 26 anos, a orientação do Ministério da Saúde é o esquema vacinal com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses. As pessoas que tomarem a primeira dose neste período, excepcionalmente, terão as duas doses subsequentes garantidas no SUS. A recomendação é que os municípios utilizem as vacinas com prazos de validade a expirar até que durem esses estoques, evitando as perdas e dando a oportunidade para que essas outras faixas etárias possam usufruir dos benefícios proporcionados pela vacina.

HPV

O papilomavírus humano (HPV) é transmitido através de contato sexual e é uma das infecções sexualmente transmissíveis (DSTs) mais comum. Em mulheres, pode causar o câncer de colo de útero. Em homens, o vírus pode causar câncer de boca, pênis e ânus.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação