Começou a Campanha Nacional de Vacinação Contra a poliomielite e sarampo! As crianças de um ano a menores de cinco devem se vacinar, independente da situação vacinal. O dia D de mobilização nacional será no próximo sábado, 18 de agosto e o término da campanha dia 31 de agosto.

A meta do Ministério da Saúde é vacinar, pelo menos, 95% das 11,2 milhões de crianças dessa faixa etária e diminuir a possibilidade de retorno da pólio e reemergência do sarampo, doenças já eliminadas no Brasil.

Vale salientar que os pais ou responsáveis são obrigados a manter o cartão de vacinação de suas crianças atualizados, de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, de modo que os pais podem responder por negligência, caso o menor contraia uma eventual doença ou até perder a guarda do filho de acordo com a lei 8.069/1990. Quem infringir essa determinação do poder público também poderá sofrer pena de detenção, de um mês a um ano e multa, de acordo com o Código Penal.

Confira o roteiro:

 

Dia 06/08

Araras, João Gomes, Boa Vista do Cajuí. 

 

Serra dos Morgados, Sítio do Meio, Mucambo e Oliveira.

Dia 07/08

 

Veados, Alagadiço, Fundo, Trinta Ocos. Almeida I e II, Toca dos Félix, Junco, Fazenda Mexicana, Olhos d’água, Lagoa do Torquato.

 

Boa Vista dos Pauzinhos, Pombas, Vila dos Pauzinhos,  Algodão, Lagoa Cavada.

Dia 08/08

 

Barra do Delfino, Lagoa da Barra, Bate Bico,  Ponta d’água, Riachão.

 

Contador, Tanque Novo, Rancho do Padre, Várzea de Dentro, Maria da Costa, Riachão e Moita.

Dia 09/08

 

Cacimbinha Passagem, do Sargento, Quixaba, Silvério, Cercado.

 

Recanto, Gangorra, Poço da Pedra, Sem Terra, Várzea, Faz. Tranqueira

Dia 10/08

 

Faz. Tabua, Faz Piau, Faz Poço da Pedra, Saquinho, Lagoa Branca, Tabuleiro, Salgado, Salgadinho.

 

Borges, Lagoa dos Toinhos, Queixo Dantas, Grota do olhos d’água.

 

 

Dia 11/08

Baraúnas do Barros, Cachoeirinha, Mulungu.

 

Gameleira do Dida, Retiro, Lage de Cima.

           

Casa Nova dos Marinhos, Casa Nova dos Ferreiras, Casa Nova dos Amaros, Alagadiço.

Dia 12/08

 

Sangradouro I,II,III, Boa Intenção, Chiqueiro das ovelhas, Barrocas.

 

Pedra, Patos I,II,III.

 

Pacui, Buraco, Gameleira, Bebedouro, Sumidouro, Atalho.

Dia 13/08

 

Boa Vista do Brejão, Gameleira do Brejão, Alagadiço do Brejão, Passagem Seca, Salitre do Brejão, Maxixeiro.

Dia 14/08

 

Alazão, Rego, Curralinho, Olho d’ água das Pombas, Barroca, Queimada redonda.

 

Faz. Almir, Panelas, Campos dos veados, Piabas, Caititu.

Dia 15/08

 

Espinheiro, Faz. Algodão, Angico Torto, Faz. Mocó, Abreus, Várzea Grande e Assentamento dos sem terra.

 

Caixão, Terra Branca, Bom Jardim, Faz Mandacaru.

 

 

Dia 16/08

Curral Velho.

 

Lagoa do Porco, Morrinhos I, II, Tiririca.

Dia 17/08

 

Brejão da Caatinga

 

Baixa Grande, Várzea Grande, Casas Velhas, Queimada redonda, Baixinha.

 

 

 

 

18 Agosto 2018

 

Esplanada

 

8:00 ás 16:00

18 Agosto 2018

 

Mutirão

 

8:00 ás 16:00

18 Agosto 2018

Maninho Ferreira

(Vigilância Epidemilogica)

8:00 ás 16:00

18 Agosto 2018

 

São Franscisco

 

8:00 ás 16:00

18 Agosto 2018

 

Poços

 

8:00 ás 16:00

18 Agosto 2018

 

Tiquara

 

8:00 ás 16:00

18 Agosto 2018

 

Tuiutiba

 

8:00 ás 16:00

18 Agosto 2018

Vila Encantada

 

8:00 as 13:00

18 Agosto 2018

Santo Antonio

8:00 ás 16:00

18 Agosto 2018

 

Caraibas

8:00 ás 16:00

18 Agosto 2018

Curral da Ponta

8:00 ás 16:00

18 Agosto 2018

Limoeiro

8:00 ás 16:00

 

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

O dia D de Vacinação Antirrábica de cães e gatos aconteceu no sábado (21) na Baixada da 12. Ao todo foram realizadas 449 vacinas, entre cães e gatos. A campanha de vacinação segue até o início agosto em toda região do município. Devem receber a dose da vacina os cães e gatos com mais de três meses de vida. Já os animais que estiverem doentes ou no período de gestação e lactação não devem ser imunizados neste período. Caso não seja possível aplicar a dose agora, basta o proprietário procurar o Centro de Vigilância em Saúde para aplicação quando estiver saudável ou após o desmame dos filhotes.

Confira cronograma:

23/07/18 (segunda-feira)

FAZ. BOCA DO MATO

FAZ. VALE VERDE

FAZ. POÇO BRANCO

CALDEIRAOZINHO

PILÕES

OLHO D’AGUINHA

FAZENDA RECREIO

MULUNGU

TOMBÃO I, II

POSO ALEGRE
 

24/07/18 (terça-feira)

POÇOS

BELA VISTA

BREJO DO TAMANDUÁ

CANAVIEIR

VANVANA

BANANEIRAS

GAVIÕES

PANELINHAS

GADO BRAVO

LAGOA DO PASTOREADOR I E II


25/07/18 (quarta-feira)

VARZINHA

BELAS

CORREDOR

LAGEDO RASO

CAVALO NOVO

BALDUINO

VÁRZEA DO SAL

TEREZA

RIACHÃO

ALTO DA BOA VISTA


26/07/18 (quinta-feira)

ÁGUA DOS PÁSSAROS

MACAMBIRA

BOA VISTA

LAGOA RASA

RIACHO

TIQUARA

BAIXA DO UMBUZEIRO

CAMPO FRIO

PANELAS
 

27/07/18 (sexta-feira)

CARAIBAS

OLARIA

LAGOA DA ROÇA

CAMPO FRIO

ALGODÕES

ALVAÇÃ

TORRÕES

ALTO

ESPINHEIRO

MUCAMBINHO

PAU CUMPRIDO

FAZ. MARINGA

FAZ. MANDACARU

FAZ. DO TOINHO GONZAGA

CAMPO ALEGRE


30/07/18 (segunda-feira)

FAZ. SÃO JOSÉ

FAZ. GERALDO

FAZ. CAMPO ALEGRE

BOA ESPERANÇA

TOCA

LAGOA DO PORCO

TIRIRICA

CURRALINHO

QUEIMADA REDONDA

BAIXA DO SAPO


31/07/18 (terça-feira)

GANGORRA

POÇO DOS PORCOS

ASSENTAMENTO SEM TERRA

LAGOA CAVADA

TRANQUEIRA

SAQUINHO

POÇO DA PEDRA

PAU MOLE

PAPAGAIO

CAMPINHOS

CARRASCO

XIQUE-XIQUE

LAGOA DA PEDRA

TANQUE NOVO

TORRÕES


01/08/18 (quarta-feira)

FAZ ANTES DO CAMPO DE AVIÃO

COLINA DO SOL

POPULARES

BOSQUE DAS MANGUEIRAS

A doença

A raiva é uma doença infecciosa aguda causada por um vírus e compromete o sistema nervoso central. Ela provoca comportamento agressivo (por isso o nome da doença), dilatação das pupilas, hipersalivação, dificuldade para engolir, irritação, alteração na forma de andar natural, contrações musculares faciais e paralisia dos membros. A enfermidade não tem cura e pode levar a vítima – animal ou humano – ao óbito em menos de sete dias.

Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode permanecer encubado por até 2 meses antes que os seus sintomas (também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

O Dia D da vacinação antirrábica de cães e gatos em Campo Formoso vai acontecer neste sábado (21), na Baixada da 12, a partir das 8h. Por causa da aglomeração de bichos – o que pode causar brigas e acidentes –, a Secretaria de Saúde orienta adultos a não entregarem para crianças a responsabilidade da condução de animais de raças de grande porte.

No caso de cachorros, recomenda-se levá-los presos a uma coleira e guia. Se forem agressivos, têm de estar com focinheira ou mordaça. Já os gatos, se possível, devem ser colocados em uma caixa de transporte ou um saco de linhagem ou estopa.

A DOENÇA


A raiva é causada pelo lyssavírus e ataca o sistema nervoso dos mamíferos – primeiramente, o sistema nervoso periférico e, na fase mais grave da doença, o central. A transmissão se dá por meio da saliva e de secreções do animal infectado, principalmente por arranhadura ou mordedura.

Para quem foi mordido, a orientação é lavar imediatamente o ferimento com água e sabão em barra, procurar o centro de saúde mais próximo e comunicar a situação por meio do Disque Saúde (160). O animal com suspeita de raiva deverá ficar em observação por dez dias, em local seguro, com água e comida.

Em seres humanos, o tempo entre a infecção e o aparecimento da doença varia de 7 a 10 dias. Alguns dos sintomas são convulsão, febre baixa, perda de função muscular, excitabilidade, agitação e ansiedade.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

Atenção, a Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus da gripe H1N1 será encerrada em todo país nesta sexta-feira (22). É importante que as pessoas dentro dos grupos de risco procurem as unidades de saúde, afim de se imunizarem. Até o momento o município de Campo Formoso já atingiu 80% do público alvo.

Vale salientar que os pais ou responsáveis são obrigados a manter o cartão de vacinação de suas crianças atualizados, de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, de modo que os pais podem responder por negligência, caso o menor contraia uma eventual doença ou até perder a guarda do filho de acordo com a lei 8.069/1990. Quem infringir essa determinação do poder público também poderá sofrer pena de detenção, de um mês a um ano e multa, de acordo com o Código Penal.

Grupos prioritários
- Crianças de 6 meses de idade a 4 anos, 11 meses e 29 dias;
- Idosos com 60 anos ou mais;
- Pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais, como trissomias, doença respiratória, cardíaca, renal, hepática e neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesidade e transplantados (neste caso, se não fizer o acompanhamento na unidade de saúde é preciso apresentar solicitação ou prescrição médica com o motivo da indicação da vacina);
- Gestantes, independente do mês gestacional;
- Mulheres em pós-parto, até 45 dias após o nascimento do bebê (apresentar certidão de nascimento do bebê, cartão-gestante ou documento do hospital em que ocorreu o parto);
- Trabalhadores da saúde (apresentar declaração do vínculo de atuação);
- Professores de escolas públicas ou privadas (apresentar documento que comprove vínculo de atuação, como crachá ou declaração da instituição em que atua).

 

Prefeitura de Campo Formoso – Cidade em Transformação

A adesão da população às Campanhas de Vacinação contra Raiva tem mantido o Campo Formoso livre da doença em humanos e em cães e gatos.
Dessa forma e para continuar garantindo esse controle, a Secretaria de Saúde do município vai realizar vacinações mensais nos bichinhos. Nesse mês de fevereiro, a imunização começa hoje (05) e vai até a próxima sexta-feira (09), no Centro de Vigilância. É importante destacar que os cães e gatos só serão vacinados nos dias estabelecidos no cronograma pelo centro.

Devem receber a dose da vacina os cães e gatos com mais de três meses de vida. Já os animais que estiverem doentes ou no período de gestação e lactação não devem ser imunizados neste período. 

A doença

A raiva é uma doença infecciosa aguda causada por um vírus e compromete o sistema nervoso central. Ela provoca comportamento agressivo (por isso o nome da doença), dilatação das pupilas, hipersalivação, dificuldade para engolir, irritação, alteração na forma de andar natural, contrações musculares faciais e paralisia dos membros. A enfermidade não tem cura e pode levar a vítima – animal ou humano – ao óbito em menos de sete dias.

O que fazer para evitar?

– Manter o animal domiciliado e levá-lo para passear somente com coleira e guia, evitando contato com outros animais desconhecidos.

– Não mexer em cães e gatos desconhecidos para evitar um possível ataque (essa é difícil para Felícias de plantão como eu).

– Ao ser mordido ou arranhado por um cão ou gato, lave bem o local com água e sabão e procure orientação médica na unidade de saúde mais próxima

– Em especial para os felinos, deve-se cuidar para que não saiam à noite para locais abertos; o que evita o contato com morcegos.

– A doença tem poucos casos no Brasil, mas zonas rurais, por exemplo, podem abrigar morcegos e outros animais infectados que, por consequência, podem transmitir raiva ao seu pet. Por isso, evite que o peludo tenha contato com esses animais transmissores.

Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode permanecer encubado por até 2 meses antes que os seus sintomas (também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

 

Nos últimos dias o Ministério da Saúde, registrou casos de contaminação por febre amarela no país, algumas pessoas entraram em pânico e procuraram as unidades de saúde para se vacinar. A prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde tranquiliza a população, informando que Campo Formoso ESTÁ FORA da zona de risco de infecção.

A vacina está disponível nas unidades de saúde para os nunca foram vacinados, “quem já foi vacinado, não precisa se vacinar novamente”, existem algumas restrições, para pacientes que tem alergia a proteína do ovo só poderá fazer uso da vacina se tiver relatório médico autorizado, gestantes só com indicação e pessoas que farão viagens para áreas de risco ou que farão viagens internacionais também precisam de relatório médico para tomar a vacina.

Mesmo Campo Formoso não sendo um município com risco da doença, todas as cidades estão em alerta e se surgir a necessidade de campanha de vacinação, a população será informada.

 

Campo Formoso – Cidade em Transformação

 

Atendendo uma normativa do Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde de Campo Formoso, está disponibilizando a segunda dose da vacina varicela (atenuada) para crianças entre 1 ano e 3 meses a menores de 6 anos. “ (Sendo necessário tomar a segunda dose impreterivelmente até 6 anos 11 meses e 29 dias)."

A vacinação nesta faixa etária visa corrigir possíveis falhas vacinais da primeira dose, além de aumentar a proteção deste grupo alvo contra varicela, prevenindo ainda a ocorrência de surtos de varicela, especialmente em creches e escolas. Procure a unidade de saúde mais próxima de sua casa com o cartão de vacina e previna seus filhos.

Vale salientar que os pais ou responsáveis são obrigados a manter o cartão de vacinação de suas crianças atualizados, de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, de modo que os pais podem responder por negligência, caso o menor contraia uma eventual doença ou até perder a guarda do filho de acordo com a lei 8.069/1990. Quem infringir essa determinação do poder público também poderá sofrer pena de detenção, de um mês a um ano e multa, de acordo com o Código Penal. 


Campo Formoso – Cidade em Transformação

O dia D de Vacinação Antirrábica de cães e gatos aconteceu no sábado (23) na Baixada da 12, Esplanada, Praça Herculano Menezes, Campo de Avião, Mutirão, Rua da Palha, Sucesso e Vila Encantada. Ao todo foram realizadas 761 vacinas, entre cães e gatos. A campanha de vacinação segue até o dia 16 de outubro em toda região do município. Saiba em quais localidades.

Devem receber a dose da vacina os cães e gatos com mais de três meses de vida. Já os animais que estiverem doentes ou no período de gestação e lactação não devem ser imunizados neste período. Caso não seja possível aplicar a dose agora, basta o proprietário procurar O Centro de Vigilância em Saúde para aplicação quando estiver saudável ou após o desmame dos filhotes.

A doença

A raiva é uma doença infecciosa aguda causada por um vírus e compromete o sistema nervoso central. Ela provoca comportamento agressivo (por isso o nome da doença), dilatação das pupilas, hipersalivação, dificuldade para engolir, irritação, alteração na forma de andar natural, contrações musculares faciais e paralisia dos membros. A enfermidade não tem cura e pode levar a vítima – animal ou humano – ao óbito em menos de sete dias.

Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode permanecer encubado por até 2 meses antes que os seus sintomas (também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

A Secretaria de Saúde de Campo Formoso informa que neste domingo (24), é o último dia da Campanha Nacional de Multivacinação 2017, que visa a atualização da caderneta de vacinação da criança e do adolescente.

Na ocasião serão ofertadas todas as vacinas do Calendário Básico da vacinação da criança e do adolescente visando diminuir o risco de transmissão de doenças, bem como reduzir as taxas de abandono de esquema vacinal. Público-alvo: crianças menores de 5 anos de idade (0 a 4 anos 11 meses e 29 dias) e o grupo de 09 a 14 anos (até 14 anos 11 meses e 29 dias). Fique atento aos dias e locais de vacinação! Procure a unidade de saúde mais próxima, informe-se com os agentes de saúde da sua comunidade!

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

O dia D de Vacinação Antirrábica de cães e gatos acontecerá neste sábado (23) em Campo Formoso, das 8h ás 15h. Baixada da 12, Esplanada (praça), Praça Herculano Menezes, Campo de Avião (Escola), Mutirão (USF), Rua da Palha, Sucesso (USF e Cais) e Vila Encantada (USF) serão os pontos estratégicos. Cães devem ser levados aos locais com coleira e gatos em caixas de transporte para evitar fugas ou acidentes.

Devem receber a dose da vacina os cães e gatos com mais de três meses de vida. Já os animais que estiverem doentes ou no período de gestação e lactação não devem ser imunizados neste período. Caso não seja possível aplicar a dose agora, basta o proprietário procurar O Centro de Vigilância em Saúde para aplicação quando estiver saudável ou após o desmame dos filhotes.

A doença

A raiva é uma doença infecciosa aguda causada por um vírus e compromete o sistema nervoso central. Ela provoca comportamento agressivo (por isso o nome da doença), dilatação das pupilas, hipersalivação, dificuldade para engolir, irritação, alteração na forma de andar natural, contrações musculares faciais e paralisia dos membros. A enfermidade não tem cura e pode levar a vítima – animal ou humano – ao óbito em menos de sete dias.

O que fazer para evitar?

– Manter o animal domiciliado e levá-lo para passear somente com coleira e guia, evitando contato com outros animais desconhecidos.

– Não mexer em cães e gatos desconhecidos para evitar um possível ataque (essa é difícil para Felícias de plantão como eu).

– Ao ser mordido ou arranhado por um cão ou gato, lave bem o local com água e sabão e procure orientação médica na unidade de saúde mais próxima

– Em especial para os felinos, deve-se cuidar para que não saiam à noite para locais abertos; o que evita o contato com morcegos.

– A doença tem poucos casos no Brasil, mas zonas rurais, por exemplo, podem abrigar morcegos e outros animais infectados que, por consequência, podem transmitir raiva ao seu pet. Por isso, evite que o peludo tenha contato com esses animais transmissores.

Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode permanecer encubado por até 2 meses antes que os seus sintomas (também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.

Prefeitura de Campo Formoso - Cidade em Transformação

Pagina 1 de 2